Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Noam Chomsky - Roda Viva (Brazil)

Debate de Noam Chomsky & Michel Foucault - On human nature [Subtitled]

Profecia, existência e Teologia da Cultura na poética de Belchior

Pesquisando sobre o significado das músicas de Belchior, encontrei este trabalho de Natanael Gabriel da Silva, que é Doutor em Ciências da Religião pela UMESP. No final do deste colocarei a fonte e as referências do autor. Resumo : A obra poética do cantor popular Belchior tem uma natureza existencial e profética, possível de ser estudada como discurso religioso e cristão, em contraste ao anti-cristianismo pre-sente na cultura latino-americana. A temática do seu discurso poético e profético é o problema racial, quando a pureza nordestina é lançada no horizonte do paraíso imaginário da metrópole, mas que se transforma no símbolo de desterro. Por conta disso, temas da teologia elaborada por Tillich, como inocência sonhadora, preocupação última, vida sem ambigüi-dade, por exemplo, podem ser encontrados em diálogo com a obra poético-profética de Belchior. Ao negar o cristianismo, e dimensioná-lo como um não-cristianismo, Belchior elabora, pelo viés da contradição, um novo sentido do

Não seja Leão de Chácara

"Não faço as leis, apenas cumpro-as". Ouço essas frases algumas vezes durante a semana de trabalho no ambiente corporativo, e faço um contra-ponto com o julgamento dos nazistas pelos seus crimes bárbaros, que eram legitimamente protegidos pelo ordenamento jurídico vigente na Alemanha naquela época. Nos tribunais pós segunda-guerra, a exemplo do tribunal de Nuremberg, onde os nazistas eram julgados (generais, comandantes, enfim, altas-patentes), todos, sem excessão, diziam que 'fizeram o que o mandaram fazer', 'apenas cumpriram com o trabalho deles', 'fizeram a sua obrigação'. Se é para fazermos a nossa obrigação, seguirmos procedimentos 'quadrados' e ainda usar isso como desculpa, de que vale a nossa razão? Por quê nascemos com o poder de questionar as coisas? A corrida pelo dinheiro e pelo sucesso ignora a razão pura: As ações dependem do benefício o qual gerarão, o famoso 'depende do freguês', como Raul Seixas nos lembra em "M

Análise de uma mente - Freud

Esse curto documentário fala um pouco sobre a vida pessoal e profissional de Sigmund Freud (1856 – 1939), talvez o mais polêmico cientista do século XX, que foi o "criador" (ou será descobridor) da psicánalise. Freud foi uma pessoa que sofreu muito durante sua vida inteira: quando criança era "meio isolado" (era o único filho homem do casal), perdeu praticamente toda a família na segunda guerra mundial, foi perseguido, teve que fugir sem conseguir salvar sua família, e sofria de um vício inveterado por charutos, o que o fez fazer várias cirurgias dolorosas. Freud não só deu o ponta-pé inicial da psicanálise, como escreveu teorias das quais podem ser consideradas atuais até hoje: O termo "divã" nunca mais foi o mesmo. A certeza de que estava em um caminho de descobrimento é o que eu mais admiro em Freud, porque apesar de todas as pressões que sofreu, ele não largou o caminho das ciências, e abriu portas para uma nova etapa na história do pensamento.

A "subjetividade" da área de qualidade

Imagem
Atuo na área de qualidade, ou seja, estou no final e ao mesmo tempo no meio da cadeia produtiva, e preciso aprovar e rejeitar o produto final e suas partes (peças). Sou Analista de Qualidade, e como lidamos com itens de qualidade muito subjetiva, como peças de acabamento interno e externo, preciso reunir o time para verificar se iremos aprovar ou rejeitar um item. Por exemplo: Quando os inspetores de qualidade da área de auditoria final demeritam um veículo, precisamos analisar o item demeritado. Muitas vezes, o objecionado pelo inspetor não é um problema (pode ser uma pequena deformação, uma sujidade, um vinco, uma diferença de tonalidade, etc.), que pode estar nas especificações de engenharia e no desenho do comum acordo comercial entre cliente e fornecedor (seria excelente se tudo sempre estivesse nas especificações, mas esse é o mundo ideal, o mundo real não é assim). Para não haver discussões desnecessárias, tudo deve estar dentro das especificações. Isso retira a subjetivida

Sleepy Hollow - 1999 (A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça)

Imagem
Sleepy Hollow é um filme americano de 1999, dirigido por Tim Burton e escrito apartir de um conto de 1820 . Sleepy Hollow é uma pequena cidade que, apesar de ser habitada por alguns magistrados, não confia na ciência. No caso do filme, com razão. A partir de algumas bruxarias, o cavaleiro sem cabeça realmente vem do mundo do além para buscar àqueles que o possuidor de sua cabeça ordena à morte. O filme todo carrega o tom de 'Halloween' que Tim Burton adora, além de ter Johnny Depp que é o ator perfeito para papéis como o de Ichabod Crane, que é algo como um investigador policial, meio "cientísta-maluco", e que tem na ciência a resposta para suas perguntas, mas se assusta com o que vê na cidade de Sleepy Hollow. A qualidade dos efeitos é excelente, e com certeza vale a pena assistir (quem gosta de uma ficção com tons de seriedade e ocultismo vai gostar). Download via torrent em 720p: http://fastpiratebay.eu/thepiratebay.se/torrent/7405438 http://torrentz.eu/

Faroeste Caboclo - 2013

Imagem
Desde a primeira vez que ouvi Faroeste Caboclo (quando um professor de história que tive, Sr. Sérgio Dente, tocou-a no toca-cd portátil que ele usava na sala de aula para mostrar música aos seus alunos), ouço que 'Faroeste' viraria filme um dia. Isso foi em meados de 2004, há dez anos atrás... Fora do Brasil, o filme Faroeste Caboclo foi lançado como Brazilian Western. Escrita por Renato Russo e imortalizada pela banda Legião Urbana, Faroeste Caboclo finalmente virou filme, porque é realmente uma história, uma história triste, por sinal: tanto João quanto Maria Lúcia morrem no final (não estou contando o filme, a música diz isso). O filme tem uma fotografia muito boa, além do cenário ser digno da cidade de Brasília dos anos de 60,70. A genial letra sofreu claras alterações quando transformada em roteiro: Não vi João de Santo Cristo ensinando as menininhas da cidade à brincar de médico (a não ser Maria Lúcia), tampouco roubar as ofertas da Igreja, mas esses fatos não f

Jerry Adriani - Forza Sempre (Álbum)

Espero que este disco tenha feito muito sucesso na Itália, porque fiquei sabendo dele através de um amigo do trabalho que o descobriu pelo Youtube... As emissoras de TV brasileiras deveriam fomentar muito mais a nossa música, mesmo as antigas. Renato ficaria muito feliz, até porque ele gostava do Jerry e era fluente em italiano.   #legiaourbana       #renatorusso       #jerryadriani       #italianmusic     #rockmusic     Ao colega que postou o álbum no Youtube, muito obrigado e prosperidade! Trabalho de extrema sensibilidade do Jerry. Realmente impressionante. Links: http://en.wikipedia.org/wiki/Forza_Sempre Download do álbum via 4Shared: http://www.4shared.com/rar/FrWNd9Fe/jerry_adriani_-_forza_sempre.html?locale=en

Ser tratado como um delinquente ( O título seria: ser tratado como um adolescente, #masnão).

Imagem
Ontem passei por uma situação vexatória na Universidade Metodista de São Paulo, no campus do bairo Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo. Este é o meu 6º ano, praticamente, estudando na Metodista, e nunca vi acontecer nada parecido: Fui OBRIGADO a não assistir a segunda aula. Segundo a professora , que apesar de a considerar extremamente profissional, reconheço o abuso de autoridade, eu tinha chegado depois das 21:35, horário do qual a ela tinha dito no primeiro momento da aula trancaria a porta (ninguém entraria e ninguém sairia, nem para ir ao banheiro). Como, felizmente, eu tenho o costume de gravar as aulas em áudio, pude ouvir e comprovar os horários para os colegas, e ainda rolou uma máxima da professora, dizendo:  - Como eu sou muito da boazinha, deixarei entrar até às 21:35. Para mim sem problemas. Sabia que eu não chegaria atrasado, porque esta é uma aula importante e todos da sala se adiantam. Print do site horacerta.com.br, no momento em que eu estava em frente a sala

O Espetacular Homem-Aranha 2

Imagem
Homem-Aranha sem a Mary Jane? Os pais de Peter Parker na história? Nada de picada de uma aranha especial em um laboratório, durante um passeio da escola? Sinceramente, não entendi o 'por quê' a Sony decidiu rodar novamente um filme que teve sua última versão a menos de 10 anos! Sei que não é um remake e que realmente nos quadrinhos tudo se divide, mas por quê a pressa? (Tá OK Marta?) A história foi modificada, mas continua muito boa, e o ar mais jovial, piadista e descontraído que o herói ganhou é cativante na atuação de Andrew Garfield. A história de "O Espetacular Homem-Aranha" é diferente das últimas lançadas no cinema, mas tem menos diferenças em relação aos quadrinhos. Um amigo me disse que essa história é mais fiel ao que a Marvel escreveu sobre o cabeça-de-aranha. As diferenças que citei no início do texto não estragam o filme de maneira alguma. Apesar de todo o marketing subliminar que a Sony imprimiu nessa película (e em todas as últimas do Sony Entertain

David Hume - Empirismo Humeano

Imagem
Segue abaixo um pequeno resumo da primeira parte do capítulo XIV do livro "Curso de Filosofia do Direito de Eduardo Bittar e Guilherme de Almeida". David Hume – Resumo do Capítulo I de filosofia – Empirismo Humeano O filósofo escocês David Hume (1711 – 1776), propõe uma teoria que pretende aplicar o método de raciocínio experimental (empirismo), para entender melhor a natureza humana, e com isso usar o método científico, que era usado basicamente para interpretar os objetos e as pessoas, criando assim a “Ciência do Homem”. O filósofo acreditava que se explicássemos o quê e como são as pessoas, qual a essência da natureza humana, explicaremos também todas as outras ciências. Também para Hume, todas as ciências estão relacionadas com as pessoas, pois a própria razão, que, por exemplo, é o fundamento da matemática e da física, faz parte da natureza humana. Raciocinamos e filosofamos por instinto. A filosofia Humeana tem seus alicerces baseados na experiência, que figura com