Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

O Decálogo de Russell

Russell propôs, em sua  autobiografia , um "código de conduta" liberal baseado em dez princípios, à maneira do decálogo cristão. "Não para substituir o antigo", diz Russell, "mas para complementá-lo". Os dez princípios são: Não tenhas  certeza absoluta  de nada. Não consideres que valha a pena proceder escondendo evidências, pois as evidências inevitavelmente virão à luz. Nunca tentes desencorajar o pensamento, pois com  certeza  tu terás sucesso. Quando encontrares oposição, mesmo que seja de teu cônjuge ou de tuas crianças, esforça-te para superá-la pelo argumento, e não pela autoridade, pois uma vitória que dependente da autoridade é irreal e ilusória. Não tenhas respeito pela autoridade dos outros, pois há sempre autoridades contrárias a serem achadas. Não uses o poder para suprimir opiniões que consideres perniciosas, pois as opiniões irão suprimir-te. Não tenhas medo de possuir opiniões excêntricas, pois todas as opiniões hoje aceitas foram

Só tem Champinha

01/03, Domingo, às 20:00, cheguei em frente a casa dos meus pais e vi o meu pai "conversando" com dois rapazes. Havia três garrafas fechadas de Whisky Johnny Walker sobre a pick-up Courier do meu pai, mais alguns energéticos. Quando cheguei mais perto deles para poder guardar a minha moto no corredor da casa dos meus pais, pude escultar a conversa: os rapazes queriam porque queriam comprar as tais bebidas fiado, e meu pai não queria vender de jeito nenhum. Os jovens, que já pareciam maiores, insistiam. Queriam comprar uma garrafa por R$25,00. Parecia uma "ameaça" para o meu pai, que já não se importa com esse tipo de persuasão, passados mais de 30 anos como comerciante. A rua estava cheia, e eu tinha acabado de chegar. Os cumprimentei. Não serão os primeiros e nem os últimos a quererem dar um chapéu em uma birita. O que me impressionou foi a insistência: parecia que o Seu Fernando tinha a obrigação de vender o Whisky Johnny Walker a eles. Os vários não's não fa