Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

1983 - Danton

Imagem
Boa noite pessoal. Este é mais um filme obrigatório para qualquer estudante de Direito e de qualquer disciplina que envolva política e que fale sobre a Revolução Francesa. Não quero aqui ficar tecendo resenhas a respeito desses filmes 'cult'. Se procura uma resenha para alguma atividade ou trabalho acadêmico, busque no Google. O meu intuito é despertar o desejo de assistir e debater estes filmes, para que as visões do passado que cada um tem e sente sejam compartilhadas, debatidas, discutidas e até mesmo que algumas sejam revividas, quem sabe. Danton nos mostra a paixão de um líder pelo seu povo, a paixão de um homem pela vida e pelo que ele sentia que era certo e direito para o seu povo. Um representante dos calados e oprimidos, que empunhou com tanta força e ataque o seu idealismo que acabou guilhotinado, ato comum à época. O filme se esforça em tentar representar o 'jogo político' por traz da Revolução Francesa, como as reuniões dos representantes da bur

Roda Viva - Brizola candidato a presidencia em 1989

Boa noite pessoal. Dentre as muitas coisas que eu gostaria de publicar, uma delas é este vídeo do Saudoso Leonel Brizola no programa Roda Viva, da TV Cultura, gravado em 9 de Agosto de 1989. Uma pena não termos mais políticos com este quilate! Com esta capacidade de debate, esse jogo de cintura, essa coragem de fazer duras críticas a poderosos, como o fez para a TV Globo de forma aberta e honesta. Precisamos de uma política multi-polarizada, com debates vivos e abertos, com ideias defendidas com conhecimento de causa e paixão, não importa de que posição elas vem. Hoje, o político ele seduz o freguês a todo custo, muda de posição como quem muda as páginas de uma revista. Brizola, Plínio, Enéas e até mesmo o Covas não eram assim! A parte que o Brizola cita o P.O.G. (Partido das Organizações Globo) é hilária! #BrizolaVive

Belchior - Alucinação

Imagem
Boa noite pessoal invisível. Percebi que eu preciso de estímulos para praticar e aprender a tocar violão. Um desses estímulos é mostrar para os outros o que eu ainda não sei. Isso mesmo, de maneira nua, simplória, direta, amadora, humilde e sem vergonha: comecei a gravar uns vídeos. São toscos, ruins, mas são meus e quero compartilhá-los, sabendo da certeza do mico. Belchior se tornou o compositor mais legal para mim. Virei seu fã, a ponto de pesquisar sobre as notícias mais atuais que o citam, ver todos os seus shows e vídeos que encontrar no YouTube e vasculhar suas entrevistas, que, por sinal, são muito raras. Seu ar de sabedoria e revolução me motivam muito! Como uma singela homenagem a esse literato, intelectual, gênio de nossa cultura brasileira, gravei este vídeo. Espero que gostem: Obrigado e um abraço espiritual.