Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

O cúmulo do "Puxa-saquismo"

Imagem
O cúmulo do "Puxa-saquismo" é você ver um cara que não fuma, sempre na área de fumantes. Por quê? Porque o chefe dele fuma e como ele não desgruda dos bagos do chefe,  sempre está fumando de tabela!

Márcia Tiburi e Gelson Bini - Joy Division, filosofia e leitura

Bate papo interessante e instigante sobre a história da banda Pós-Punk Joy Division, além de algumas análises sobre a vida pessoal de Ian Curtis e algumas hipóteses sobre o que levou o cantor a cometer suicídio. O que valoriza muito o diálogo é um pequeno conflito com uma espectadora, que chega até a causar "vergonha alheia"sobre a má formulação das questões e a má compreensão por parte dela, que talvez seja até pela pouca convivência com a leitura, que se torna centro das discussões após a conclusão dos assuntos sobre a banda. Recomendadíssimo!
Imagem
Viver em tempos sem democracia Só nos faz esquecer o que é Direito Lavando as mãos com dinheiro sujo Ninguém entende o que é o respeito Não existe lógica no capital É tudo uma questão de velocidade Competição sem regra e desleal Geradora de infelicidade A indiferença é um produto oculto Temperada nas águas do preconceito O valor está em quem pode pagar Para falar mais alto e sair ileso Será que todo tempo é perdido? Por que tantos donos da razão? Vamos dizer o que jamais foi dito E começar uma rebelião As lutas não podem ser silenciadas Por quem sabe que não pode perder A corja toda de manipuladores Que estão aqui desde antes de você nascer Quem morre lutando vive no presente Nos corações de quem tem esperança Fazer justiça é nosso compromisso E nisso não há nada de vingança Esses portões já estão enferrujados Já não suportam mais tanta tensão Vamos pressionar e derrubar As grades podres dessa velha prisão

Pizzeria Montini - São Bernardo do Campo

Imagem
Quem que já estudou na Universidade Metodista de São Bernardo do Campo, no bairro do Rudge Ramos, ou que já trabalhou naquela região, que não conhece a pizzeria Montini? A popularidade da Montini chega a espantar, de tão famosa! Talvez porque as pessoas não têm lembranças ruins da Montini: boa Pizza e reunião com os amigos da faculdade sempre é diversão e felicidade garantida no Happy Hour da galera da Metô. Quando todos se cansam dos bares e sentem saudades do sabor de uma boa pizza, na Montini o encontro é certo! É engraçado ver o olhar dos donos (que devem ser irmãos, no mínimo) enquanto os clientes fazem as suas refeições no antigo lugar: eles ficam no balcão e no caixa, fazendo o trabalho de receber o pagamento das pizzas e "fiscalizar" todo o movimento dentro e fora do estabelecimento. Aquele velho ditado: "um olho no peixe e outro no gato"! Pizzaria lotada depois das 23:00 É fácil encontrar com professores da Metô, funcionários, colegas do trabalho, p

A Vitrine

Imagem
Ele parou em frente a uma vitrine muito bonita. Nela, haviam alguns relógios masculinos com um cartaz escrito 'sale'. 'Sale' porque ele estava na Rodeo Drive, em Beverly Hills, fazendo um passeio com a família, e lá, além de ser lugar das melhores lojas de griffes do mundo todo, é também um roteiro turístico. No mesmo momento em que olhava aquele relógio de US$150,00 dólares, que estava ao lado de outro de US$2000,00, chegaram três garotas japonesas, turistas, e tiraram fotos com a mesma pose do manequim branco, que estava na ponta direita da vitrine. Era um manequim feminino, vestido com um chapéu vermelho, jóias, um casaco bonito nos ombros e um vestido meio xadrez, bem moldado ao corpo da boneca. Sem contar os sapatos, que tinham pedras que com seu valor, se poderia comprar um país pequeno. As meninas estavam sorrindo muito, e não paravam de conversar em japonês, apontando cada detalhe do modelito do manequim. Cada uma delas tirou uma foto fazendo a mesma pose que o

Weltschmerz

Weltschmerz é um termo em alemão que denomina algo como "as dores do mundo". Palavra utilizada para descrever um sentimento de depressão, quando a realidade física não satisfaz os anseios da mente. Está ligado a um tipo de visão pessimista do mundo, as dores que sentimos quando pensamos em toda a maldade e indiferença que existe no mundo. Muitos romancistas exploraram este tema. A primeira vez que ouvi falar do termo foi em um episódio de 'The Big Bang Theory', quando o Sheldon Cooper tenta consolar o seu amigo Leonard. As coisas não são do jeito que a gente quer, simples assim. Ou melhor, nem sempre, porque alguns são tão doutrinadores e poderosos que conseguem as coisas exatamente como pensaram. A realidade física precisa ser aceita. Não adianta trabalharmos sempre as utopias e sempre alimentar esperanças, que muitas vezes são falsas. O presente é o nosso maior 'presente', e ele é um produto do que planejamos no passado, ou seja, o tempo presente de h

Você é a favor dos investimentos do Brasil em Cuba?

Imagem
Minha resposta para uma enquete da revista Carta-Capital. Me impressionei com a quantidade de pessoas ignorantes politicamente comentando. Muitos acham os USA são um "paraiso" (já pensei assim também). Estive por lá durante 20 dias, e a minha experiência me provou que de paraíso aquilo não tem nada, nem aspiração. Mas isso é para outro post.

Viagem a São Thomé das Letras - Minas Gerais

Passamos a virada de ano em São Thomé das Letras, sul de Minas Gerais. Para mim foi uma surpresa, porque só sabia da cidade o que o pessoal de São Paulo sempre comentou a respeito. Algo como: - "Lugar lindo, mas cheio de maconheiros"; - "Vai atrás de um baseado?"; - "Lá tem cogumelos!"; - "O ventania é uma figura!"; O centro da cidade não é muito diferente do centro de muitas periferias de cidades cosmopolitas pelo Brasil: Casas germinadas, vielas e escadões fazem parte do lugar. O asfalto é de pedras. Pedras estas ainda colocadas pelos escravos no século XVIII e XIX. Aliás, não é do turismo que vem a principal fonte de renda da cidade, e sim da mineração. A famosa 'Pedra de São Thomé' é muito procurada pelo Brasil, e em cidades como São Paulo, chega a custar cerca de R$100,00 o metro quadrado. Excelente matéria sobre a cidade. O texto é longo, mas mostra muitos fatos legais, como a história de Chico Taquara, a Ordem dos Eubióticos

Minha visão política

Eu sou de esquerda, sem partido político, e irei justificar o meu voto nas próximas eleições, pois não confio no sistema de representação brasileiro, tampouco em urna eletrônica. E outra, esse negócio de "temos que mudar o sistema político de maneira democrática", ou seja, pelo voto, já não acredito mais. Serve apenas para manter o Status-Quo do sistema, para que os partidos continuem recebendo as verbas de campanha e a verba partidária, para que continue com o  controle e com a alienação. Apesar disso, como já disse em outro post: concordo com a criação de novos partidos, com ideologias novas e até ultrapassadas, porque a variedade de opções valoriza a democracia, traz mais vozes ao cenário político, pluralidade e maior liberdade de escolha. Talvez um dia chegue um partido que fomente o ato de "justificar o voto". Seria revolucionário! Neste vídeo, Russell Brand, um comediante britânico, debate sobre política e sobre suas visões políticas. É tremendamente curios

Na longa jornada - O Partido Pirata

Mais um partido político está nascendo em nosso país: O Partido Pirata. Ainda escreverei um post para mostrar minha visão política (sou apartidário e não acredito no nosso sistema de representação), e apesar de no Brasil já existirem diversos partidos políticos e a população ser generalizadamente confusa sobre a escolha, eu apóio a criação de mais partidos, como o Liber e a volta da ARENA. Mas, o Partido Pirata é especial. Especial porque luta pelos direitos da cópia, e encara bravamente a legislação nefasta da Copyright, que impede que o livre compartilhamento do cultura não seja crime. Segue um documentário excelente sobre a militância e a trajetória do partido na Alemanha. É interessante ver como funcionam as eleições internas do partido e a diferença de gêneros e culturas que o partido possui em seu seio. Se você já comprou algo pirata, ou se já pirateou algo, vale a pena ver e dar um voto para os laranjas!