Filme Nise - O Coração da Loucura

Este texto não tem por objetivo resumir o filme, tampouco tentar enlatá-lo ou fazer dele uma resenha. É preciso destacar a história que o filme traz, e tornar histórico o que a Doutora Nise da Silveira, notável médica brasileira, nascida em Maceió, no início do Século XX, realizou em prol da medicina e da luta manicomial. Aluna de Carl Jung, revolucionou a medicina psiquiátrica no Brasil e o modo como os doentes mentais devem ser tratados nas instituições psiquiátricas.

A Doutora Nise foi a primeira pessoa no Brasil que descaracterizou o ambiente de tortura e judiação que eram as instituições psiquiátricas no Brasil. Tratamentos antiquados, sem nenhuma base científica, como os eletrochoques e a lobotomia foram abominados por Dra. Nise.

Foi o momento onde houve um olhar humano por sobre os doentes. Houve tratamento digno, com base em ciência e em reciprocidade. A Dra. não tratava ninguém de forma diferente da que gostaria de ser tratada.

Apresentou trabalhos de pesquisas importantes na área psiquiátrica e inovou no tratamento de doentes com a interação de animais no ambiente clínico. Promoveu a produção artística dos enfermos e fez da arte produzida pelos pacientes um meio de acessar os seus sentimentos mais profundos. Estes métodos foram comprovadamente eficazes no tratamento de diversas doenças de ordem psiquiátrica, inclusive a depressão e a esquizofrenia.

Dra. Nise foi uma outsider, uma inovadora. Fluente em francês, correspondia-se com Jung, famoso médico psiquiatra que ajudou muito na divulgação do trabalho de Nise internacionalmente.

O filme não tem por objetivo ser uma biografia da vida da Dra. Nise. Por conta disso, suprime muitos momentos importantes de sua vida, como a perseguição por ser mulher, por ser politizada e por lutar por justiça social.

O legado que a Dra. Nise nos deixou como médica, brasileira e mulher é fator motivacional para a medicina e para a nossa juventude. Precisamos de profissionais que façam da sua profissão uma ferramenta de transformação social, e isso não é possível apenas na área da medicina: é possível em qualquer área do conhecimento prático ou teórico. Nise nos mostrou como pavimentar um caminho de sucesso baseado em muito estudo, dedicação, ética e trabalho, não se deixando amedrontar pelos obstáculos do machismo, da falta de recursos e da perseguição política.

Nos dias de hoje, seu trabalho é multiplicado em milhares clínicas psiquiátricas pelo mundo, e seu método abriu diversas portas para o estudo do inconsciente humano. Nise vive.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nível atual da rede SENAI

Comprar Sem Se Vender